Dono de terreno na Estação está revoltado com “empresários”

O motorista Marcelo Pires ficou bastante revoltado na manhã desta quarta-feira (11/01), ao chegar no seu terreno na Estação de Prados e constatar que um de seus garrotes estava morto. Ao investigar, ele observou que o animal teria morrido sufocado ao mastigar retalhos de couro provenientes de sacolas de lixo industrial que foram abandonadas no local. A partir daí, ele começou a vasculhar o lixo na tentativa de identificar o responsável pelo problema, quando achou uma conta de luz em nome de um “empresário”. O Boletim de Ocorrência foi registrado na Polícia Militar de Prados e será encaminhado para a PM de Meio Ambiente juntamente com o Ministério Público.

01 02

03

Fotos enviadas por Marcelo Pires via Zap (32) 99162 7812

Ofertas do Supermercado Dorense

Ofertas da Drogaria Americana

2 Comentários

  1. Que descaso. Não tem como pagar pra dar um destino correto, fecha as portas. Vai trabalhar pra quem tem competência de ser patrão. E não fica jogando lixo na propriedade de terceiros, e ainda poluindo rios , matas e matando animais .
    Vergonhoso a atitude de alguns nessa cidade.
    Como vai receber o título de cidade das selas.
    Não organizam nem o seu lixo.

  2. E assim que querem o titulo de cidade da celas se nem seu próprio lixo tem o destino correto e sim jogando no terreno dos outros que vergonha. Mas por sorte cheguei ate o cidadão e disse umas verdades e providencias está sendo tomadas porque não pode continuar desse jeito. Será correto pegar meu lixo residencial e jogar na porta dos outros? Fora o prejuízo do bezerro que morreu engasgado conclamo a todos donos de terrenos tirar um tempinho e vigiar suas propriedades e denunciar

Comentar

Seu email não será publicado. É necessário preencher os campos com * *

*