Jornalista Responsável

Editor-chefe e jornalista responsável

Ricardo Arruda Rodrigues (Registro Profissional MG 09.386 JP)

E-mail: ricardoarruda1981@gmail.com

WhatsApp: (32) 999162 7812

Telefone: (32) 999162 7812

CNPJ: 22.174.133/0001-17

Logo

2 Comentários

  1. FABIOLA RESENDE RODRIGUES

    Estamos acompanhando o caso.

    Vale ressaltar que, de acordo com orientações do Guia Prático de Convivência Predadores Silvestres e Animais Domésticos – ICMBIO, os predadores desempenham uma importante função ecológica, mantendo estáveis e equilibrados os ecosssistemas em que vivem. No entanto, diversos fatores têm causado uma crescente aproximação entre os predadores silvestres e os animais domésticos e de criação. A expansão da fronteira agrícola, as formações de pastagens para o gado e o desmatamento reduzem os ambientes naturais e aumentam o contato entre predadores e animais domésticos.
    Além disto, a caça ilegal de espécies que são presas naturais dos predadores, como tatus, pacas, cutias e capivaras, contribui para a diminuição na disponibilidade de alimento silvestre para os predadores, que se voltam para os animais domésticos.
    IMPORTANTE destacar que na nossa região não temos mais registro de onça pintada – Panthera onca, somente a onça parda – Puma concolor e esta espécies de animal não tem histórico de ataques a humanos.

  2. FABIOLA RESENDE RODRIGUES

    Referente ao vídeo da novilha atacada na região do Caveira em Dores. Gostaria de agradecer pela informação e dizer que IEF e a PM Ambiental SJDR está à disposição. Segue relato das atividades realizadas:
    No dia 23/07/2018 Estivermos ( IEF e PM Ambiental de SJDR) na propriedade do Sr. Ivan e pelos fatos relatados por ele se trata de Susuarana ou onça parda.
    Explicamos que ele precisa recolher o gado a noite para um pasto perto da casa dele, evitando assim novos ataques.
    Deixamos nosso contato 32 33732077 PM Ambiental e 33733745 IEF com o Sr. para quaisquer dúvidas e ainda o orientamos sobre a Lei de Crimes Ambientais para evitar que o animal silvestre seja perseguido, capturado ou morto.
    Estamos acompanhando o caso.
    Vale ressaltar que, de acordo com orientações do Guia Prático de Convivência Predadores Silvestres e Animais Domésticos – ICMBIO, os predadores desempenham uma importante função ecológica, mantendo estáveis e equilibrados os ecosssistemas em que vivem. No entanto, diversos fatores têm causado uma crescente aproximação entre os predadores silvestres e os animais domésticos e de criação. A expansão da fronteira agrícola, as formações de pastagens para o gado e o desmatamento reduzem os ambientes naturais e aumentam o contato entre predadores e animais domésticos.
    Além disto, a caça ilegal de espécies que são presas naturais dos predadores, como tatus, pacas, cutias e capivaras, contribui para a diminuição na disponibilidade de alimento silvestre para os predadores, que se voltam para os animais domésticos.
    IMPORTANTE destacar que na nossa região não temos mais registro de onça pintada – Panthera onca, somente a onça parda – Puma concolor e esta espécies de animal não tem histórico de ataques a humanos.

Comentar

Seu email não será publicado. É necessário preencher os campos com * *

*