Prefeito envia mensagem aos dorenses e pede calma e prudência

Spread the love

Na manhã desta sexta-feira (14) o prefeito Marcinho do Tica (MDB) enviou uma mensagem de otimismo a população dorense, em razão dos aumento de casos de Covid-19 em Dores de Campos e toda a região. O prefeito destacou, que a Prefeitura tem feito a parte dela e, citou o Decreto 03/2022 que ele assinou no último dia 6 de Janeiro, proibindo a realização de eventos públicos e privados no município, por tempo indeterminado. O prefeito também enfatizou, que graças a Deus, até o momento, nenhum dorense está internado com complicações da doença. Ele pediu que a população evite aglomerações e siga usando máscara e álcool em gel.

Sobre os testes de Covid-19, o prefeito pediu que a população tenha muita prudência e só procure a Policlínica, caso esteja realmente sentindo os sintomas há mais de três dias. “Estamos com uma dificuldade enorme para comprar os testes, tamanha a demanda. Outros prefeitos da região já me relataram este mesmo problema, tendo em vista que os fornecedores não estão dando conta. No final do ano passado, compramos 1.5 unidades, mas as duas empresas ainda não entregaram toda essa quantidade e já estamos comprando mais. Para se ter uma ideia, a nossa reportagem apurou que somente ontem, quinta-feira (13) foram realizados 118 testes com 40 positivos. “É importante deixar os testes para quem realmente está com sintomas da Covid-19. Algumas pessoas que não tem nada, estão indo até a Policlínica e lá, realmente estarão correndo o risco de se contaminarem de verdade”, destacou o prefeito, completando: “O momento é de calma e tranquilidade, peço a compreensão de todos”, finalizou.

Decreto

Diante do aumento significativo de casos de Covid-19 e do vírus da gripe – Influenza H3N2, em Dores de Campos e região, a Prefeitura, através do Decreto 03/2022, proibiu deste quinta-feira (06) a realização de qualquer evento no município, seja público ou particular.

Comentar

Seu email não será publicado. É necessário preencher os campos com * *

*