Misterioso desaparecimento de seleiro dorense completa dois anos

Spread the love

Nesta quarta-feira (10) completa dois anos o drama da família do seleiro dorense, Edgar Moreira Senra, na época com 36 anos de idade que está desaparecido desde o ano de 2018. Exatos 24 meses depois, os familiares continuam sem qualquer informação sobre o seu paradeiro. “O que aconteceu? Ele está vivo?” são os questionamentos que todos estão se fazendo neste doloroso calvário que mistura dor, esperança e acima de tudo fé, que Edgar possa aparecer e contar o que de fato aconteceu.

“Meus pais estão desesperados”, revela a irmã Ana Carla. Ele está sumido desde a noite do dia 10 de junho do ano retrasado. Segundo familiares, Edgar saiu de moto do seu trabalho em Dores de Campos, por volta das oito horas da noite, com destino a sua casa em Barbacena, onde morava com a sua mulher e as duas filhas. Ele não chegou em casa e sumiu, como se nunca tivesse existido. A moto também sumiu, como num passe de mágica.

“Não temos qualquer informação, nada. Estamos vivendo um grande pesadelo há dois anos”, completou Ana Carla. A Polícia Civil segue investigando o caso, mas as informações estão sob sigilo. “Existem muitas situações envolvidas neste desaparecimento. Por enquanto, não podemos comentar. Mas tenham a certeza que a Polícia Civil está trabalhando muito para elucidar os fatos”, destacou um investigador. “Sabemos que o delegado ouviu algumas pessoas, mas não temos nada de concreto. Não temos nenhuma notícia do meu irmão. Nem a moto dele foi encontrada”, finalizou Ana Carla.

Ofertas do Supermercado Dorense

Ofertas da Drogaria Americana

Comentar

Seu email não será publicado. É necessário preencher os campos com * *

*