Câmara fortalece seu papel e ouve a população no PL dos foguetes

Spread the love

O Plenário da Câmara Municipal de Dores de Campos recebeu representantes de várias instituições que estão participando do amplo debate do Projeto de Lei 01/2024, de autoria do vereador Luciano Martins (MDB) que proíbe foguetes com ruídos ou similares. O evento contou com a presença de todos os vereadores sob a presidência do vereador Merson do Cassimiro (MDB), juntamente com os vereadores Cimerco (União Brasil), Guilherme do Valtinho (MDB), Andrezinho do Zé Júlio (MDB), Agostinho da Darci (União Brasil), Elaine do Totone (União Brasil), Lalinho do Toninho (União Brasil) e Batata do Élio Ávila (União Brasil), além do autor do PL, vereador Luciano Martins (MDB).

Representando as instituições, Clodoaldo Lacerda, diretor da APAE, Vânia Arruda e Fatinha Resende da Associação Dorense de Proteção e Amparo ao Idoso (ADPAI), Soraya Belchior e Walesca Teixeira da Associação Amigos dos Animais de Dores de Campos (AMA-DC), além do ex-vereador Bal do Carlos Heleno (PT), da psicóloga Rafaela Tranqueira do artista Evandro Vale da Toca de Assis e de vários pais e familiares de crianças autistas, como a mãe Priscila Agostini do Projeto Inclusivo e o pai Clodoaldo dos Correios.

O vereador Guilherme do Valtinho (MDB), líder do prefeito Marcinho do Tica (MDB), destacou que o prefeito confirmou que irá sancionar o PL conforme a decisão final dos vereadores. O autor do PL, vereador Luciano Martins (MDB), também confirmou que o prefeito irá sancionar a lei, sem qualquer impedimento. Também foi entregue aos vereadores um abaixo-assinado com cerca de 613 assinaturas da comunidade dorense.

O vereador Agostinho da Darci (União Brasil) destacou que o PL precisa ser debatido à exaustão para que seja uma lei eficaz e que possa ser cumprida de verdade e não fique só no papel e destacou que pediu Vista, em nome de todos os outros vereadores. Ele garantiu que o tema é de grande importância e enfatizou que o apoio do padre João é fundamental, assim como dos partidos políticos que deverão se empenhar em coibir essa prática, principalmente na campanha política.

O presidente da Câmara, vereador Merson do Cassimiro (MDB) ressaltou que esse é o papel da Câmara Municipal e a sua presidência tem esse papel, de abrir as portas da casa para o povo, interagindo nos debates dos projetos que certamente irão influenciar o dia a dia da comunidade. A juíza aposentada e presidente da ADPAI, Vânia Arruda, destacou o grande trabalho dos vereadores e o preparo de todos que, segundo ela, estão realizando um trabalho brilhante.

Enquanto os vereadores debatem de forma ampla e ouvindo as instituições e, principalmente, a população dorense numa grande demonstração prática de democracia, a nossa reportagem apurou que desde o ano de 2006, através do Código de Posturas do Município, já é proibido o uso de foguetes ou similares nos campos de futebol ou praças esportivas, através do Artigo 56 da Lei Municipal de número 1.060 do dia 9 de Outubro de 2006, há 18 anos.

Também, conforme já publicamos a Diocese de São João del-Rei, através de documento assinado pelo bispo, dom José Eudes Campos do Nascimento, proibiu desde o dia 18 de Setembro de 2019, há quase 5 anos, a utilização de foguetes ou similares e também a venda de bebidas alcoólicas em todas as festas religiosas em todas as Paróquias da Diocese, inclusive de Dores de Campos. O PL segue segue debatido e ainda não tem uma data para ser votado.

Um comentário

  1. José Sérgio M Silva

    Agora sim. Pelas fotos deu pra ver quem é a turminha q ncentivou esse vereador a criar esse projeto de lei maluco

    Aí moçada vamos gravar os nomes dos vereadores q votarem a favor dessa palhaçada, seja aprovada ou não, e na eleição trabalhar duro pra tirar eles da mamadeira da câmara

    Tem uns maluco aí q não quer foguete pra não incomodar cachorro. Mas não vê os motoqueiros e ciclistas sendo atacado pelos cachorros

    Qdo os cachorros colocar um motoqueiro numa cadeira de rodas. Vamos ve se a turma dos cachorros vai aparecer. Aí será tarde

    Vamos ficar de olho nos vereadores q votarem a favor. Fazer uma lista e distribuir no ZAP.
    Na eleição a gente dá o troco.

Comentar

Seu email não será publicado. É necessário preencher os campos com * *

*