Ministério da Saúde só credencia Dores e Barbacena na região

Spread the love

Dores de Campos foi credenciada pelo Ministério da Saúde, através da Portaria  1.579/2020 publicada na edição da última segunda-feira (22) no Diário Oficial da União (DOU) para implantar um Centro de Atendimento para casos de coronavírus, conforme destacou o prefeito Marcílio Cotta (MDB). A medida possibilita que 767 municípios em todo o Brasil, criem centros de atendimento e enfrentamento ao coronavírus, de caráter excepcional e temporário. A soma do valor liberado para os municípios que solicitaram a adesão é R$ 251,4 milhões.

Segundo o Ministério da Saúde, os centros irão servir como estruturas auxiliares para identificação precoce dos casos, com atendimento adequado das pessoas com síndrome gripal e sintomas leves da Covid-19, pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O secretário municipal de saúde, Giovanne Cotta, revelou que estes estabelecimentos possibilitam que os demais serviços oferecidos nas unidades de saúde da Atenção Primária, como cuidados com a saúde da criança, consultas de pré-natal, acompanhamento de pessoas com doenças crônicas como diabetes e hipertensão, sejam mantidos e retornem à rotina habitual. Na região, além de Dores de Campos também foi credenciada a cidade de Barbacena.

Conforme o Ministério da Saúde, as gestões municipais podem utilizar os espaços disponíveis na rede de saúde ou até mesmo criar um espaço específico para o Centro de Atendimento. A decisão de como operacionalizar a estratégia é de autonomia do gestor. O Governo Federal explicou que estes centros devem oferecer os seguintes espaços: consultório, sala de acolhimento, sala de isolamento e sala de coleta. Podem ser instalados em estabelecimentos de saúde, como Unidade de Saúde, Unidade Mista, Policlínica e Centro Especializado. Precisam funcionar 40 horas por semana com a composição de médico, enfermeiro e técnico ou auxiliar de enfermagem.

Os Centros de Atendimento para enfrentamento da Covid-19 podem ser de três tipos: Tipo 1, para municípios de até 70 mil habitantes; Tipo 2, para municípios entre 70 e 300 mil habitantes; e Tipo 3, para municípios com mais de 300 mil habitantes. Dores de Campos foi enquadrada como Centro do Tipo 1 e irá receber R$ 60 mil mensais para ser utilizado nesta estrutura como incentivo financeiro do Governo Federal. Já Barbacena foi credenciada como Centro do Tipo 2 e irá receber R$ 80 mil por mês para implantação deste serviço.

Secretário de saúde, Giovanni Cotta, prefeito Marcílio Cotta (MDB), Andrezinho, coordenador da Policlínica e Wagner de Paula, chefe de Gabinete 

Ofertas do Supermercado Dorense

Ofertas da Drogaria Americana

5 Comentários

  1. Dores de Campos com zero caso confirmado vai abrir um Centro para trazer casos do vírus?

    • Portal Dores de Campos

      Dores de Campos tem um caso confirmado, de uma mulher de 35 anos de idade.

    • Como estamos muito preocupados com o alastramento do Vírus, fizemos questão de reforçar nosso Centro de Saúde trazendo esta unidade para estar de prontidão! Temos que estar prontos para dar primeiros socorros de vítimas do Covid19, aos moradores de nossa Cidade.
      Obs: Esta unidade é só para nossa Cidade!!

      • Muito obrigado pelo esclarecimento Giovanni, se fui rude com meu comentário peço perdão, minha preocupação era vir casos para a cidade depois de estarmos conseguindo manter ela sem proliferação, mas como é preventivo para os casos que virão do próprio município eu agradeço pelo trabalho.

Comentar

Seu email não será publicado. É necessário preencher os campos com * *

*