Exclusivo! Em 2016, 576 dorenses não “quiseram” votar na eleição

Spread the love

EXCLUSIVO! Uma fato curioso relacionado ao resultado final da eleição 2016 em Dores de Campos chamou a atenção. O número de dorenses que não “quiseram” votar. Isso mesmo, em 2016, 576 dorenses não votaram na eleição municipal o que representou na época, 7,48% do eleitorado. Ainda foram registrados 104 votos brancos ou 1,46% e 168 votos nulos 2,36% do número de eleitores. Para se ter uma ideia da falta que esses votos fazem numa disputa eleitoral, o vereador mais votado em 2016, no caso a vereadora Soninha do Caxambu (MDB) recebeu 440 votos, o que representa 136 votos a menos do número de dorenses que simplesmente deixaram de votar. Em outra situação, podemos observar que a diferença entre o prefeito eleito Marcílio Cotta (MDB) e o ex-prefeito Toninho do Ninico (DEM) foi 337 votos, um número bem abaixo dos 576 eleitores faltosos.

Ofertas do Supermercado Dorense

Farma Popular

2 Comentários

  1. Estamos sempre bem informados por aqui…
    Será que esses votos não tiveram os documentos retidos por bandidos da Política, pessoas sem caráter?
    Será que isso influenciou no resultado? A cidade está um buraco, como todos podem ver, e muitos foram beneficiados.
    A Polícia deveria agir mais em cima dessas pessoas que retém os documentos e dos que se vendem.
    A política de 2016 foi a mais imunda que já existiu. Dá ânsia só de pensar. E o povo paga com falta de tudo…

  2. Não quiseram votar??? Ou venderam seus votos e tiveram seus documentos retidos, a polícia deveria fazer uma investigação minuciosa, pois pela falta de caráter de uns uma população inteira paga. A cidade acabou, não tem nada aqui, o que tinha ainda foi destruído. Dá nojo a política podre de Dores de Campos, aqui vale qualquer coisa para ocupar um cargo, que deveria ser pra fazer bem aos cidadãos. Lamentável enquanto ” as pessoas ” não entender que vender o seu voto esta dando o seu direito de não ter direito de cobrar nada. É obrigação do cidadão pagar seus impostos em dia e não vender o voto para ter o direito de cobrar as melhorias a qual temos o.sireito. É estas eleições de 2020 esta acontecendo a mesma bandidagem. Pois quem vende seu voto é mais bandido do quem compra. Deveria ir pra cadeia passar 4 anos lá. Ser obrigado a viver limitado, como eles fazem nós vivermos aqui pela falta de caráter e dignidade

Comentar

Seu email não será publicado. É necessário preencher os campos com * *

*