Dorenses já podem participar da campanha de vacinação da gripe

Spread the love

A circulação em Minas Gerais do tipo do vírus influenza que provocou a pior temporada de gripe nos Estados Unidos desde 2009 reforça a importância da vacinação. A campanha pública para imunização começa nesta segunda-feira (23/04) e as vacinas estarão disponíveis gratuitamente nas unidades do Sistema Único de Saúde (SUS). Em Dores  de Campos, no Posto de Saúde da avenida Getúlio Vargas. Cada dose protege dos três principais tipos do vírus que mais circulam no estado e no país, o Influenza A H1N1 e H3N2 – que atacou milhares de pessoas nos EUA – e o Influenza B. O objetivo neste ano é imunizar 90% do público-alvo, correspondendo a pouco mais de 5 milhões de pessoas.

Minas Gerais já registrou 12 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) provocada pelo vírus influenza. A maioria foi provocada pelo vírus H3N2. Segundo o último balanço divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG), no último dia 9, já foram notificados 348 casos de Srag. Destes, 222 tiveram amostras coletadas e processadas. O Influenza foi responsável por 12 casos.

Outras 28 notificações se referem a outros tipos de vírus. Em relação à influenza, 10 casos foram provocados pelo tipo A. Destes, oito eram o vírus H3N2. Também foram confirmados dois casos de contaminação por H1N1. Os moradores eram de Araguari, na Região do Triângulo Mineiro, e Juatuba, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

As doses que compõem a campanha de vacinação que começa amanhã estarão disponíveis pelo SUS para crianças de seis meses e menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias); adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas; gestantes; puérperas (mulheres que estão no período de até 45 dias após o parto); mulheres e homens com 60 anos ou mais; trabalhadores da área de saúde; povos indígenas; pessoas privadas de liberdade; portadores de doenças crônicas e outras condições clínicas especiais que comprometam a imunidade; e professores de escolas públicas ou privadas.

Estudos comprovam que a vacinação contra gripe é importante. Ela é capaz de reduzir entre 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias, diminuir de 39% a 75% a mortalidade global e em, aproximadamente, 50% nas doenças relacionadas à influenza. As doses são constituídas por vírus inativados, fracionados e purificados. Dessa forma, não causam a doença.

Efeitos colaterais Algumas pessoas podem sofrer algumas “manifestações”, segundo a SES/MG, como dor no local da injeção, eritema (vermelhidão da pele) e enduração (endurecimento do músculo), que ocorrem em 15% a 20% dos pacientes. Casos de febre, mal-estar e dor no corpo de 6 a 12 horas depois da vacinação podem ocorrer e persistir por um a dois dias. No ano passado, a cobertura vacinal em Minas foi de 91,2%, mas ainda assim, alguns grupos do público-alvo foram contemplados em percentuais abaixo desse nível. Entre crianças e gestantes, a vacinação atingiu 80% da meta.

Ofertas do Supermercado Dorense

Ofertas da Drogaria Americana

Comentar

Seu email não será publicado. É necessário preencher os campos com * *

*