Prefeitura apresentou veículos zero Km para a Secretaria de Saúde

Spread the love

A Prefeitura Municipal de Dores de Campos apresentou nesta sexta-feira (25/01) um veículo zero Km para uso exclusivo da Secretaria Municipal de Saúde. Conforme a nossa reportagem apurou, a Van com 15 lugares foi comprada através de uma emenda de autoria do deputado federal Luiz Fernando (Progressistas) no valor de R$ 190 mil. O prefeito Marcílio Cotta (MDB) destacou que o veículo é todo equipado, inclusive com ar condicionado, e será utilizado no Tratamento Fora do Domicílio (TFD), em especial os pacientes da hemodiálise.

Ambulância

A Prefeitura também apresentou uma ambulância zero Km de simples remoção. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde o veículo foi adquirido com recursos do Ministério da Saúde na ordem de R$ 80 mil.

Fotos: Prefeitura Municipal de Dores de Campos

Ofertas do Supermercado Dorense

Ofertas da Drogaria Americana

5 Comentários

  1. Agora ninguém comenta né, se fosse coisa errada tava todos jogando pedra e citando vários nomes, agora quando vem coisas boas para a cidade ninguém comenta, parabéns aos envolvidos que conseguirem este ótimo benéfico.

  2. Parabéns a todos aqueles que tiveram a frente desses benefícios pra população.

  3. Marco Aurelio Silva Resende

    O que tem de bom? Só carro… carro… A Policlínica precisa ser melhorada, em termos de infra-estrutura e disponibilidade de salas com atendimentos mais específicos… Pq não investem na reforma da sala para colocar o aparelho de RX pra funcionar? (Óbvio que não vão fazer isso pq o aparelho foi adquirido pela atual oposição).
    A cidade precisa investimentos, não de carros que vão gerar mais despesa, mesmo que para uma finalidade essencial… Pq não melhorar o que temos, ao invés de ficar dependendo de outras cidades? É tanto carro pra TFD que parece que a cidade toda tá doente! Se vão enviar carros, pq não enviam uma ambulância tipo USA – Unidade de Suporte Avançado – do SAMU?

    Precisamos de uma estrutura melhor AQUI. Precisamos tratar os dorenses dentro de casa.

  4. Clauder Antônio Malta

    Marco Aurélio, acho que vc perdeu uma ótima oportunidade de ficar calado. Concordo com vc que os doentes precisam ser tratados dentro de casa, mas seria utopia querer que uma cidade pequena e politizada negativamente, tivesse tratamento cardiológico avançado, hemodialise, e muitas outras especialidades que cidades como Barbacena e São João, não tem. O minimo que estes pacientes precisam é de um veiculo confortável, para viagens longas e cansativas como é o caso de muitos que vão até para São Paulo. Quem precisa ou já precisou como eu , sabe o que estou falando !!!

Comentar

Seu email não será publicado. É necessário preencher os campos com * *

*