Motorista acusado, prefeito soltou Nota e dono do animal apareceu

Spread the love

Com exclusividade a nossa reportagem recebeu uma denuncia na tarde desta quarta-feira (23/01), dando conta que um motorista da Prefeitura, identificado como César, teria atropelado e matado, por querer, uma cadela prenha no acostamento da rua Vicente Silveira, no Centro. Tivemos acesso a cópia de uma “Nota de Repúdio” (leia abaixo) encaminhada pela Associação Protetora dos Animais de Dores de Campos (AMA/DC), ao prefeito Marcílio Cotta (MDB) relatando o caso. Testemunhas contaram para a nossa reportagem, que o “motorista fez por querer, porque não tinha nenhuma necessidade de atropelar o animal que não estava atrapalhando em nada o trânsito do caminhão”.

Também apuramos que será registrado um boletim de ocorrência (BO) na Polícia Militar e a AMA/DC pretende levar o caso até as últimas consequências, diante da comoção das testemunhas que relataram a “crueldade do motorista”. “Eu vi e fiquei assustada. O motorista matou a cadela por querer. Um verdadeiro absurdo”, destacou uma testemunha. O documento já está com o prefeito Marcílio Cotta (MDB) que emitiu nesta quinta-feira (24/01) uma “Nota Oficial” sobre o assunto (leia abaixo). O motorista envolvido contou na Prefeitura, “que não viu o animal e não fez nada com a intenção de matar”. “É caso de demissão. Se o prefeito não fizer nada, diante de tantas testemunhas, ele vai perder o comando”, comentou outro motorista da Prefeitura, que pediu para não ser identificado.

Dono do animal

Um servidor da Prefeitura entrou em contato com a nossa reportagem e disse que sabe que foi um acidente, porque ele estava na carroceria do caminhão e a cadela estava correndo atrás do veículo. “O motorista não teve culpa. Vi e sei que foi um acidente. Como dono, eu já perdoei o César”, destacou.

Opinião:

Nos dias atuais devemos tomar muito cuidado antes de condenar alguém. “Todos são inocentes até que se prove o contrário”. Se o motorista fez por querer ele terá que pagar pelo seu erro, mas é preciso uma apuração cuidadosa sobre este fato. Dores de Campos é uma terra abençoada mas todos sabem como a política costuma ganhar contornos de pura politicagem, ainda mais quando o assunto envolve a Prefeitura ou os seus servidores. Devemos ter a noção que o motorista citado é pai de família e precisa do emprego. Mas caso ele tenha agido de má fé contra um animal inocente, a história muda e a punição precisa e deve ser severa, inclusive com demissão por justa causa, sem citar a lei dos homens e a temível lei de Deus.

Ofertas do Supermercado Dorense

Ofertas da Drogaria Americana

8 Comentários

  1. Se o acusado fez isso por querer tem que pagar pelo ato cometido. Agora quando acontece uma coisa dessa a associação aparece. Quando eles fica avançado nas pessoas nas ruas da cidade ninguém manda nota falando que vai arcar com os prejuízo seja de medicamento ou danos a a moto. Que passa com frequência aos redores da câmera municipal sentindo rosário sabe oq estou falando.

    • Clauder Antônio Malta

      Concordo com vc Pedro Henrique, essa Associação que diz que tem aí, se preocupassem mesmo com os animais, tirariam eles da rua, onde dormem no relento, tomando chuva e sol sujeito a situações como está. Achei um pouco exagerado o título da reportagem motorista ACUSADO, como diz a nota, é um pai de família, e estava manobrando um veículo pesado em um lugar perigoso. Agora vai a pergunta? Quem estava errado o caminhão que trafegava na via destinada a ele ou o animal? Está Associação, gosta de aparecer só depois do acontecido e fazendo o maior drama, mas na prevenção não vemos atitudes nenhuma por parte dela. Colocar água e ração na porta de casa é fácil, agora cuidar deles que ficam por aí jogados aí é outra história.

  2. Daiker Fernandes da Silva

    É um fato triste a morte dessa cadela. Se o motorista é culpado ou não, isso terá que ser apurado com todo cuidado para que não ocorra nenhuma injustiça. Ao meu modo de ver a Associação protetora dos animais vem fazendo um bom trabalho na cidade juntamente com seus voluntários. Não acho que estão ” querendo aparecer” como foi dito aí. Um cachorro não tem noção tem trânsito, onde podem ficar ou não. Isso cabe a quem ta conduzindo um véiculo prestar atenção. infelizmente acidentes podem acontecer. E graças a Deus existem pessoas que colocam água e comida para esses animais de rua, aliviando assim um pouco de seus sofrimentos. ” Em vez de criticar,porque não ajudar!” Fica a dica.

    • Clauder Antônio Malta

      Digo e repito Dayker, colocar ração e água não é proteger o cão. Proteger é além disso, não deixar ele exposto. Essa associação, pode fazer muito mais q o q fazem. Quanto a ajudar Dayker, fui sócio e deixei de ser por ver a inanição desta associação. Tenho animal , gosto de animal e sou motorista minha preocupação maior no trânsito são todas as vidas, mas primeiramente a HUMANA !!!

      • Clauder, com todo respeito que lhe devo, você nunca foi sócio da Associação, e somente uma vez, repito, uma única vez, nos ajudou com uma quantia em dinheiro, na qual somos muito gratos, porque todo o dinheiro que entra é bem vindo, sendo pouco ou sendo muito. Baseado em quê, você fala na inanição da Associação? Você sabe os esforços que temos para castrar cães e gatos todo mês? Levar para o veterinário cães e gatos para serem internados por causa de maus tratos e maldade humana? A dificuldade em pagar as contas pela quantidade de ocorrências e pouco dinheiro? Nosso trabalho e totalmente voluntário e muitas vezes tiramos do nosso bolso para ajudar a esses infelizes que são vítimas do ser humano? Quando o Dayker fala de colocar água e ração para cachorros de rua, é um gesto de amor e respeito aos nossos irmãos de quatro patas que sofrem porque um dia alguém os abandonou. Criticar é muito fácil. Solicito a gentileza de verificar os fatos para evitar falácias.

        • Clauder Antônio Malta

          Soraya, com o mesmo respeito que tenho por vc, então tem duas Associações aqui em Dores, pq vinham na porta de minha casa receber a contribuição, e não foi uma vez só não !!! Quanto ao que vcs fazem, foi opção de vcs então não venha se vangloriar . Mantenho a minha opinião que é um direito meu, Agora verificar fatos ? Que fatos ? Tratar um animal com respeito é obrigação, mas sobrepor a um ser humano ? Nunca !!!

          Soraya Belchior, vc é testemunha do que vou falar pois já aconteceu perto de sua casa e te liguei. Mas a questão PRESTAR SOCORRO, fica meio em aberto, pois levarmos para que lugar ou ligarmos para quem? Acho que vcs deveriam fazer uma campanha de esclarecimento. Pq não pedirem para algum político, uma ambulância veterinária?

  3. Fala e fácil né? Fica dano uma de muito importante né? Um cachorro de rua mordeu na minha avó e cadê o dono? Cadê a associação protetora de animais?essa mulher aí fala muita merda… também vindo de uma pessoa q que interra um cachorro no cemitério vai esperar oq dessa pessoa..lugar sagrado não e lugar de interra cachorro não..interra na sua casa aí…

  4. e Dores vai crescendo de ré. um cachorro aqui vale muito mais que a vida humana. muito blá, blá, blá por nada. enquanto cuidam de cachorros tem crianças passando fome.
    vamos esperar que já vamos ter o planeta dos cachorros, onde os humanos são puxados na corrente, e os humanos mesmo, vão jogar outros humanos no buraco como já acontece e todo mundo vê. vida humana sendo desprezada como se não fosse nada e um cachorro valendo muito mais.
    antes que fale que estamos querendo matar animais, nada disso, tem que preservar os animais e repeitar mas um humano deveria valer mais que um cachorro a isso deveria.
    perto do marciano tem 2 cachorros atacando todos que passam, quem vai fazer alguma coisa?
    absurdo.

Comentar

Seu email não será publicado. É necessário preencher os campos com * *

*