Dono do Frango Atalaia foi preso pela Polícia Civil em Prados

Spread the love

A Polícia Civil de Belo Horizonte com o apoio dos agentes do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) realizou uma operação na tarde desta quinta-feira (19) em Prados, com o objetivo de averiguar irregularidades denunciadas desde o ano de 2015 no processo de produção da Atalaia Alimentos. A operação acabou resultando na prisão em flagrante do dono da empresa, suspeito de fraude. Segundo apuramos, ele estaria preso na cidade de Resende de Costa (MG).

As informações apontam que a empresa seria reincidente nas falhas de produção, como excesso de água em embalagens, pedaços com pontas de osso e pedaços de cortes de valor inferior unidos as partes mais nobres e outras do tipo. A linha de beneficiamento onde são separados peito e dorso foi paralisada temporariamente, pois, exatamente neste setor, estaria o corte inadequado. Alguns produtos foram apreendidos para análise

Um funcionário que pediu para não ser identificado, relatou que “constantemente os fiscais do IMA estavam realizando vistorias e parando toda a produção da fábrica”, destacou. Muitos dorenses trabalham no local e estão com medo de perderem os seus empregos com o desenrolar dos fatos. “Meu Deus. Num momento de crise, acontece uma coisa dessas. Tô com medo”, destacou um funcionário. “Fiquei desempregado durante dois anos e agora que voltei a trabalhar acontece uma coisa dessas”, comentou.

Nota oficial

Ofertas do Supermercado Dorense

Ofertas da Drogaria Americana

4 Comentários

  1. Desnecessário essa busca por lucro e mais lucro. São vários empresários que mostra o descaso com a massa consumidora.

  2. Após a audiência de custódia ele foi solto, no dia 20/10/2017.

    • Meu amigo Luciano. Esse empresário e um lutador sem duvida alguma.mas ele tem que preservar os empregos . Ele foi um dos poucos escolhidos a ser responsável por muitos empregos e tem que se portar e dar exemplo de honestidade e honradez. Não pode mais fazer aventuras por lucros exorbitantes .

  3. Concordo plenamente, eu apenas quis esclarecer, pois muitos pensavam, como eu, que ele ainda estivesse preso.

Comentar

Seu email não será publicado. É necessário preencher os campos com * *

*